sexta-feira, 27 de abril de 2012

Educar?

Hoje, enquanto voltava para casa, obsevei um garoto, que devia ter seus 10 ou 11 anos, roubando uma senhora bem próximo a um hospital. Depois desta cena terrível fiquei a pensar. O que está acontecendo com esse mundo? O que está acontecendo com esta sociedade?

Hoje a justiça está obrigando jovens infratores a frequentarem a escola. O que acontece é que esses jovens estão ameaçando professores e destruindo o patrimônio escolar. Mas, vamos abrir um grande parêntese aqui. Não são apenas esses jovens infratores e sim uma assustadora parte de alunos, digamos, "de média e alta sociedade", fazendo coisas terríveis e lamentáveis.

A justiça garante o direito constitucional à educação. Eu concordo plenamente. Mas, o que me faz refletir é: por que será que a justiça entende que a educação quem dá é somente a escola? E por que, nesses casos, os juizes esquecem da educação supostamente provida pelos pais? Temos aí duas grandes questões que são muito pouco comentadas/discutidas!

Tudo bem que existe educação na escola e que tudo isso faz parte do que chamamos de “sistema educacional”. Tudo bem que os professores são formados para educar, mas, eles não são formados para lidarem com infratores. A minha questão é que lugar para educar NÃO É A ESCOLA, mas sim a FAMÍLIA. Vamos aos pontos: 
A criança só vai à escola depois de alguns anos de vida. Até lá, ela passa grande parte de seu tempo com a família (isso quando ela não é jogada em uma creche porque os pais precisam trabalhar). Durante esse tempo, a criança recebe a educação dos pais. Elas aprendem (ou ao menos deveriam aprender) o respeito ao próximo, a cidadanina, valores sociais e pessoais, higiene, além de aprenderem como falar e as prioridades da vida.

Quando a criança vai para a escola, ela já recebeu – e continua recebendo – uma educação em casa! E é essa a educação mais importante. Na escola, a criança não será educada, mas sim ensinada. O nosso “sistema educacional” não é de educação, mas sim de ensino e aprendizagem. As crianças aprendem matemática, português, estudos sociais, educação física, mas em nenhum lugar diz que ela deve aprender a ser educada. E é esse o grande problema.

Os pais estão deixando de educar os filhos pois acreditam que eles irão receber a devida educação na escola. E eles chegam na escola mal-educados e descuidados pelos pais – isso quando os pais não são péssimos exemplos. Em outras palavras, não são só os professores os responsáveis em serem bons exemplos para as crianças, mas também – e principalmente – os pais!

A verdadeira educação se faz em casa, na família e com as pessoas que convivemos todos os dias e não só na escola. A escola é responsável em ensinar disciplinas escolares, passar e desenvolver conhecimento teórico e prático e preparar o aluno para enfrentar o mundo, mas a verdadeira educação se faz em casa. Não é responsabilidade do professor de ensinar bons modos, só de mantê-los. Os pais é que precisam ensinar os limites para os filhos, seus direitos e responsabilidades como cidadãos e pessoas no mundo.
Se os pais não participam da educação dos filhos, não vai existir juiz no mundo que conseguirá resolver o problema da educação do Brasil e lei nenhuma garantindo educação para todos vai conseguir melhorar essa questão. Eu só me pergunto por que ninguém cobra dos pais essa boa educação ou por que os pais não são ensinados a educar seus filhos? Isso sim seria o melhor caminho…
EQUIPE MUNDO DO SABER

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...