terça-feira, 12 de março de 2013

Matemática divertida

Antes mesmo de entrar na escola, muitas crianças já demonstram certa familiaridade com alguns números, como os de sua casa ou os que aparecem em produtos ou programas de TV que costumam consumir rotineiramente. Por isso, ensinar primeiro a numeração de 0 a 10, depois seguir até o 20 e assim por diante é desconsiderar os conhecimentos prévios dos alunos, o que só vai dificultar a compreensão dos conceitos que envolvem o tema.

Assim, é importante que, desde a Educação Infantil, os pequenos sejam levados a conhecer números de diferentes ordens de grandeza e percebam as diversas situações de uso real desses números, mesmo sem compreendê-los totalmente. A ideia é permitir que as crianças estabeleçam relações entre eles e construam hipóteses acerca de suas grandezas a partir da comparação. Para abordar o conteúdo em sala, há várias estratégias, como recorrer a jogos, como bingo e batalha (em que diversas cartas ou pedras numeradas podem ser divididas entre os participantes e ganha aquele que estiver com o número maior).

Além disso, é possível propor a observação de um calendário e de outros quadros numéricos ou incentivar a resolução de problemas envolvendo o sistema monetário. Além disso, vale fazer o registro frequente das quantidades de elementos proporcionados por situações corriqueiras em sala: os pontos de cada equipe numa disputa, a quantidade de crianças presentes e os votos dados para a escolha de uma história ou atividade, entre outros.
 

Conheça o projeto desenvolvido pela professora Lisiane Hermann Oster, de Ijuí, RS. A vencedora do Prêmio Victor Civita Educador Nota 10 desenvolveu um trabalho de Matemática com a turma da pré-escola.

Agora, vamos dar dicas de alguns jogos para trabalhar a matemática de forma divertida com as crianças:

Bingo 


 

Boliche


 

Dominó




Formas Geométricas




Jogo da Memória


Jogo da Velha



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...