quinta-feira, 23 de maio de 2013

A importância do estímulo na Educação Infantil

Hoje, o recado vai para nossas queridas professoras, que fazem deste blog um cantinho agradável de trocas e aprendizagens. Analisando um pouco sobre nosso cotidiano, em que muitas de vocês precisam trabalhar em duas escolas e dar conta de salas superlotadas, é que vamos falar sobre esse tema, para mim muito importante: o Estímulo na Educação Infantil. 

Logo que nasce , o bebê começa a desvendar o mundo que o cerca. Uma infinidade de informações novas estimulam o seu crescimento intelectual e emocional. São esses estímulos que irão ajudar a tornar-se um adulto confiante e feliz.

O QUE É ESTÍMULO?
Estímulos são músicas, jogos , brincadeiras, conversas. São incentivos que ajudam seu filho desde o Berçário a desenvolver-se melhor. E, mais importante do que o tipo de estímulo, é a maneira com que o estímulo é oferecido, ou seja, com carinho e paciência.

Para que a criança se desenvolva plenamente seu cérebro a estimulação sensório perceptivo motora é de grande valia no processo de aquisição de competências indispensáveis nas aprendizagens escolares…
Colocar a criança diante de situações  que propiciem o contato com o mundo das sensações, levando-a para uma captação ativa do seu meio, transformando experiência em aprendizagem e, esta em inteligência, são condições fundamentais para o desenvolvimento e aquisição de conhecimento da criança.

Segundo Gonçalves Apud Fonseca, 1993, p.89   … A criança  deve viver o seu corpo por meio de uma motricidade não condicionada, em que os grandes grupos musculares participem e preparem os pequenos músculos responsáveis por tarefas mais precisas e ajustadas. Antes de pegar em um lápis, a criança já deve ter, em termos históricos, uma grande utilização da sua mão em contato com inúmeros objetos.

Ainda segundo Gonçalves, p.67, 68. …  É o sentido que nos permite reconhecer os gostos de substâncias colocadas sobre a língua. Nesta, estão localizadas as papilas gustativas, que são estruturas compostas por células sensoriais que transmitem ao cérebro informações que permitem identificar os gostos básicos: o amargo, o azedo, o salgado e o doce. Esta percepção também é capaz de evocar lembranças e recordações de experiências passadas, diferenciando as prazerosas das não prazerosas.

Com relação a estimulação do sistema gustativo existem inúmeras atividades e  dinâmicas que podem  ser feitas e assim trabalhar o sistema gustativo. Um exemplo disso, pode ser a degustação de um alimento. Como reconhecer o alimento através do paladar; discriminar sabores; identificar diferentes sabores etc.

Sistema Olfativo - está associado a situações de prazer e desprazer, e até mesmo as condições de sobrevivência, considerado um meio de aprendizagem simbólica. Com relação a odores, o nariz é o principal órgão receptor dos estímulos olfativos.

Estimulação do sistema olfativo - pode ser desenvolvida de diversas maneiras, também com dinâmicas e atividades interessante para as crianças, exemplo disso: conhecer diferentes aromas; relacionar os cheiros iguais etc.


O Que é Sistema Proprioceptivo?!
É a capacidade em reconhecer a localização espacial do corpo, a força exercida pelos músculos e a posição de cada parte do corpo em relação as demais.  Esse controle é mantido pela presença de estruturas neurais nas articulações, ligamentos e músculos. Estes  recebem e enviam para o sistema nervoso central informações sobre tensões, pressões ou distensões nas partes do corpo, para que o cérebro decida como reagir para a manutenção do equilíbrio, nos dando a possibilidade  de regular nossos movimentos, ampliando sensações e percepções corporais.

Saiba Como fazer a estimulação do Sistema Proprioceptivo:  Através de dinâmicas e atividades para explorar o próprio corpo em suas habilidades físicas e motoras. Brincadeiras como no parque, escorregador, balanços; deslocar-se em direção a objetos ou pessoas desejadas; explorar e realizar com destreza progressiva os movimentos refinados; demonstrar controle sobre o corpo em movimento; utilizar a força e demonstrar resistência em brincadeiras que envolvam: subir, descer, pendurar, empurrar e puxar, entre outras atividades…


Sistema Auditivo - o sistema auditivo é um canal importante de aprendizagem, pois é por meio dele que se recebe uma infinidade de sons, principalmente das vozes humanas, reagindo a elas e discriminando-as, este aspecto é fundamental para o reconhecimento do mundo.

Saiba como fazer a estimulação do sistema auditivo… Através de atividades e dinâmicas que desenvolvam a audição apurada e sensível. Um exemplo disso: identificação da voz do amigo; utilizar CDs com orquestras para identificar cada som produzido; orientar-se pela presença do som; escutar e identificar sons da cultura; andar conforme o ritmo da música etc.

Sistema Visual - este canal sensorial, composto principalmente pelos olhos, constitui-se no mais eficiente, veloz, preciso e perfeito canalizador de informações do qual dispõem o ser humano.  A  percepção visual é a via de relação entre o indivíduo e seu ambiente. É a capacidade de receber as impressões sensoriais captadas do mundo exterior e do próprio corpo e discriminá-las, selecioná-las e identificá-las, relacionando-as com as experiências anteriores ou similares, e reconhecendo-as. Por meio da estimulação visual, a criança vai conhecendo o mundo dos objetos e das pessoas, criando-o através das imagens.

Dicas de  como fazer a estimulação visual… Com dinâmicas e atividades que geram curiosidades e interessantes. Exemplo disso: Atividade com caixas surpresas; Dominó das cores para relacionar cores iguais ou identificar a forma e a posição das figuras; Brincadeiras com o espelho; Explorar e utilizar os movimentos que exijam coordenação viso manual: como: brincar de lançar e encaixar bambolês nos tambores; acertar o alvo  etc.


Sistema Tátil - Os receptores da sistema tátil estão localizados na pele e fornecem dados para defesa e discriminação, que informam para o Sistema Nervoso Central sobre qualidade dos objetos ( textura, consistência, peso, tamanho, volume, temperatura). As sensações táteis influenciam diretamente as reações ao ambiente, uma vez que, de conduta rápida, esses estímulos alertam o Sistema Nervoso Central sobre os perigos e as condições ambientais. O contato com a pele, a manipulação de objetos diferenciados, as variações de temperatura ou os estímulos dolorosos sensibilizam os receptores táteis. O Tato é um canal de aprendizagem extremamente refinado.
A estimulação tátil pode ser feita através de... dinâmicas e atividades que seguem: explorar e realizar com destreza progressiva os movimentos refinados; fabricação e manuseio de massinha de modelar; Compreender estímulos recebidos ampliando a capacidade de percepção pelo contato físico; Explorar diferentes texturas etc

Deixe seus alunos manipularem diferentes tipos de materiais, convencionais ou não. Sempre deixando o aluno livre para experimentar. Aqui estão mais algumas opções:









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...